3 Erros que pessoas desagregadoras cometem em seus relacionamentos

A formas como tratamos os outros é muito importante e evidencia o nossa capacidade de construir laços sólidos de relacionamentos.  Muitas pessoas reclamam por estarem sozinha e sofrerem o abandono seja por parte de amigos, ou mesmo de familiares, mas o fato é que muitas vezes nossos relacionamentos não dão certo porque erramos na forma como construimos estes laços, na forma como tratamos os outros.  A estas pessoas chamamos de DESAGREGADORES, pessoas que onde estão, semeiam discórdia, contendas, e poluem o ar com a negatividade causada por conflitos contínuos a ponto de corroer as bases das amizades e laços de solidariedade

A máxima dos Relacionamentos Interpessoais deveria ser “faça aos outros aquilo que desejamos que os outros nos façam”. Mas infelizmente, pessoas desagregadoras não agem assim, e cometem os seguintes erros:

 

1. LEI DA RECIPROCIDADE

Na lei da reciprocidade eu:

“Trato as pessoas como elas me tratam”

As pessoas que agem assim segundo estas lei, acham que devem pagar na mesma moeda, são do tipo bateu, levou. Contudo, agir desta forma, a ferro e fogo, evidencia uma vida de conflito e combate que ao final gera estresse e muita dor. Tais pessoas precisam lutar contra tudo e todos e terminam a vida sozinhas e amarguradas

2. LEI DA MANUTENÇÃO

Pessoas que seguem esta lei, diz

“Eu trato as pessoas da forma que as outras  me trataram anteriormente”. Este estilo de vida é muito triste ele projeta os males que outras pessoas lhe fizeram no passado, sobre pessoas no presente que não possuem nenhuma culpa sobre o sofrimento dele. Eles descarregam toda dor sobre outros, acham que por que sofreram, outros devem sofrer da mesma forma.

Viver com pessoas deste tipo é doloroso pois o seu entorno é cercado de ressentimento e feridas mal cuidadas.

3. LEI DO PRECONCEITO

Pessoas que seguem este estilo de vida dizem: “Eu Trato as pessoas como acho que elas irão me tratar”

Agora, quem pensa assim, age de forma cruel e intolerante antes mesmo que alguém lhe faça algo. Geralmente, elas fazem isto como um mecanismo de proteção. São daquelas que mal se fala alguma coisa e elas já vêm 4, ou 5 pedras na mão. O preconceito, ou seja, um pensamento antes de ser comprovado entra em ação fazendo com que, sempre que a pessoa se sinta ameaçada por algum motivo, ela logo parte para o ataque agredindo antes de ser agredido

Equilíbrio e Sobriedade

No entanto, estas leis, ou estilos não são a melhor forma de se fazer amigos nem construir relacionamentos. A pessoa que segue uma destas leis, ou todas, estão fadadas a  viverem sozinhas e amarguradas, pois afastam os outros de perto de si, pois ninguém  consegue viver ao lado de alguém que lhe trata mal por que foi maltratado no passado, que paga sempre na mesma moeda ou que lhe fere antes mesmo que alguém lhe faça algo.

O problema é que vez outra podemos nos pegar adotando um destes 3 estilos, cuidado, avalie a seu comportamento e reflita se você tem sido uma pessoa agregadora, que atrai pessoas ou que as repele. Da mesma forma, precisamos às vezes lidar com pessoas assim, por isto, compreender como elas pensam e agem nos ajudam a compreendê-las e percebê-las como pessoas que, ao final, precisam mesmo é de amor.

By Júlio César Medeiros

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.