Você conhece a Glória de Deus?

Muitos cristãos pedem e imploram pela Glória de Deus, querem ver e sentir a Glória do pai em qualquer circunstância e de qualquer maneira. Entretanto, muitos não sabem, de fato, o que significa ou o que é a Glória de Deus. Neste domingo, pregamos sobre este tema em nosso culto e não custa relembrarmos alguns aspectos concernentes a um assunto tão importante, mas muito pouco estudado em nossas

igrejas.

De uma forma geral podemos dizer que em primeiro lugar, o homem, após a sua queda no Jardim do Edem, perdeu o acesso a Glória de Deus, pois Ele é Santo e a Sua Glória, ou seja, a manifestação de todo o Seu resplendor, não podia mais ser vista ou compartilhada pelo homem, simples mortal e pecador. Assim, nós, eu e você ficamos impossibilitados de vermos e sentirmos a Glória de Deus (Rm. 3.23).

A única coisa que o homem tinha acesso era à manifestação da Glória de Deus no tabernáculo por ocasião do sacrifício anual. Apenas uma vez por ano, enquanto o povo estava no deserto, Deus se manifestava ao homem. Mas isto foi durante pouco tempo.

Mais tarde Deus passou a se manifestar no Templo de Salomão de maneira tão intensa que os sacerdotes não podiam entrar para celebrar, tamanha era a Glória naquele manifestada ali (I Rs. 8.10,11) e assim também foi com o profeta Isaías, (Is. 6.1), porém, como você pode notar a Glória de Deus era percebida, mas não estava dentro do homem e sim no templo, ela estava fora do homem e nunca dentro dele.

Ela envolvia o recinto e era percebida visualmente através da nuvem no tabernáculo, através da fumaça no templo, ou mesmo através do tremor de terra no Sinai. Mas a glória de Deus era exterior ao homem. Contudo, durante 400 anos, nem esta glória visível era percebida. Deus não se manifestava mais ao homem e não era percebido nem mesmo no templo, durante o sacrifício.

Entretanto, na plenitude dos tempos, Deus enviou o seu filho ao mundo, a Glória de Deus se manifestou ao homem cheia de resplendor e virtude (Jo. 1. 14). Jesus era esta Glória de Deus entre os homens visível não mais através de nuvens ou incenso, mas através do  Filho do Homem de carne e osso; mas o mais maravilhoso é que, quando o aceitamos, esta mesma Glória passa a habitar dentro de nós (Jo 1.14).

Então somos cheios de Deus e do seu amor. Esta é Glória de Deus, ela não está fora, mas sim dentro, ela não é tão exterior e sim interior. A glória de Deus habita dentro de nós, logo se alguém te perguntar se você conhece a Glória de Deus, responda que sim, pois ela mora dentro do seu coração.

Que eu e você possamos resplandecer mais da Glória de Deus em nossas vidas.

Tenha um dia de Glória!

By Pastor Júlio César

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.